Rejeição, sob um olhar sistêmico

A dor que sentimos quando nossos comportamentos não são aceitos e não nos sentimos reconhecidos e amados



Algumas pessoas trazem em sua bagagem ancestral a ferida da rejeição. Para compreendermos melhor a rejeição devemos olhá-la como uma oportunidade de resolver um script de vida, ou seja, caminhar em busca de evolução.

Todos chegamos a esse plano por escolha própria, escolhemos nossa mãe e nosso pai, e as feridas que precisamos curar, tendo esses conhecimentos somos convidados a sair do papel de vítima. Nesse papel não somos capazes de ressignificar e entender que tudo o que aconteceu desde a infância está a serviço do crescimento e desenvolvimento espiritual.

O reflexo da rejeição está ligado com o “ser perfeito”, o “não errar” e a grande frustração ao não conseguir algo que deseja, causando um encolhimento e exclusão pessoal, sentindo-se novamente rejeitado.

Não é porque passamos por dor e sofrimentos que o mundo precisa nos atender, o entendimento e a aceitação precisam ser intrínsecos. Um olhar sistêmico, de fora, mostra uma nova possibilidade de cura, que essa rejeição não é nada contra você, mas fala sobre suas atitudes, comportamentos e capacidade de aceitação. 

Um exemplo de aceitação é a rosa, cada uma com seu perfume e com seu movimento de desabrochar único, não duvidam do seu valor se são colhidas para um belo buquê ou se são deixadas no jardim, não se preocupam se vão ser rejeitadas pela sua cor e tamanho, elas simplesmente são rosas, que mostram o seu valor sendo únicas.


Rafaela Rabaiolli

Life e Business Coach membro sociedade Brasileira de Coaching

Uma mulher em constante desenvolvimento, conciliando a vida profissional e pessoal com leveza e equilíbrio. Terapeuta, neurocientista, analista, reikiana, Thetahealear, aromaterapeuta, engenheira agrônoma, mãe do Bento, estudante, aspirante a escritora, aventureira, feliz e mega empolgada com a vida.




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching