Disbiose Intestinal

Como o desequilíbrio da flora intestinal pode interferir na sua vida



Já ouviu falar em disbiose intestinal? Nosso intestino é composto de trilhões de bactérias que vivem em equilíbrio, tendo papel importante na saúde do organismo. Essas bactérias exercem importantes funções, ajudando a digerir alimentos, sintetizar vitaminas e proteger a mucosa do intestino.

Quando há um desequilíbrio entre o número de bactérias que fazem bem ao nosso organismo e àquelas que causam doenças, resulta na disbiose intestinal. Uma situação ruim para o funcionamento do nosso corpo e que pode levar ao surgimento de doenças mais graves.

Esse desequilíbrio pode levar a má absorção de vitaminas, o que causa sintomas desde fadiga e cansaço até problemas mais graves, inativação de enzimas necessárias para a digestão dos nutrientes e de sais biliares, síntese de substâncias tóxicas e lesão da mucosa intestinal que pode levar a alergias, doenças auto-imunes, desnutrição, anemia crônica e até depressão.

Quando há disbiose, observamos redução da flora saprófita (Lactobacillus acidofillus e as Bifidobactérias). A disbiose é causada principalmente por alimentação inadequada, com elevada ingestão de produtos industrializados, açúcar refinado, carne vermelha e principalmente, dieta com pouca fibra. O estress, álcool, tabagismo e uso indiscriminado de medicamentos como antibióticos, antiinflamatórios, antiácidos e corticoides também são responsáveis pelo problema, que vem aumentando nos últimos anos e consequentemente sendo mais estudado.

Realizamos esse diagnóstico observando a clínica do paciente, ou seja, os sintomas que ele apresenta, os hábitos de vida e em alguns casos podem ser necessário exames de cultura de fezes.

Como tratar o desequilíbrio da flora intestinal

O tratamento da disbiose é feito pela adequação da alimetação, evitando o consumo de carne vermelha, açúcar refinado, produtos processados e aumentando consumo de fibras para pelo menos 25 gramas por dia. Se necessário pode ser feito suplementação de fibras na dieta.

Os prebióticos são fibras que vieram da fermentação de microrganismos benéficos. Atualmente são encontrados alimentos enriquecidos com essas fibras, sendo que as mais conhecidas são a inulina e o FOS (frutooligosacarídeos). Já os probióticos (preparações alimentícias ou farmacêuticas na qual são encontrados microorganismos definidos e vivos) são úteis para promover a recolonização intestinal com microorganismos benéficos, restabelecendo o equilíbrio intestinal, a integridade da mucosa e o equilíbrio funcional do organismo.


Dra. Andrea R. C. Moreira

Endocrinologista

- Médica - Endocrinologista pelo Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo - Complementação em Endocrinologia no Hospital das Clínicas da USP - Título de Especialista em Endocrinologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - Residência de Clínica Médica no IAMSPE - Pós Graduação em Nutrologia - ABRAN Página Facebook: Dra. Andrea Moreira Consultório no Campo Belo Medical Center Av. Vereador José Diniz 3457 Conjunto 1411 São Paulo Contato: 1155311712 / 11995077071




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching