Mal-estar após se alimentar: hipoglicemia reativa pode ser uma causa.

Sentir mal-estar depois de se alimentar pode ser sinal de hipoglicemia reativa, uma condição que ocorre em pessoas saudáveis.



A hipoglicemia reativa se caracteriza por episódios frequentes de hipoglicemia (glicemia no sangue menor do que 70mg/dL) ocorrendo de 2 a 4 horas após uma refeição. É mais comum acontecer depois de refeições com grande quantidade de carboidratos ou carboidratos simples e refinados, que são rapidamente absorvidos e transformados em açúcar.

A hipoglicemia reativa não se trata de uma doença, ela ocorre em indivíduos saudáveis. Pacientes diabéticos e que realizaram cirurgia gástrica apresentam essa condição mas não é chamada de hipoglicemia reativa nesses casos.

Quando ingerimos um carboidrato eles são transformados em açúcar que cai na corrente sanguínea. Quanto mais simples o carboidrato, mais refinado e processado, mais rápido é sua absorção e transformação em açúcar no sangue.

O açúcar na corrente sanguínea estimula a secreção de insulina, que é o hormônio que vai fazer o açúcar entrar nas células para ser utilizado como fonte de energia. Quando uma quantidade grande de açucar cai no sangue é liberado muita insulina e quanto mais rápido esse carboidrato é absorvido maior é o pico de insulina liberada.

A insulina promove a entrada da glicose nas células causando a redução dela no sangue, podendo então levar à hipoglicemia como um efeito rebote.

A glicemia baixa no sangue pode causar sintomas como tremor, mal-estar, sudorese.

Testes comuns como teste de tolerância à glicose não é um bom exame para diagnosticar essa condição e até mesmo o teste da refeição mista que é feito internado em pacientes com hipoglicemia pós prandial, nesse caso pode vir normal. O monitoramento contínuo da glicose (CGM) pode melhorar a precisão do diagnóstico.

Para controlar o problema é necessário apenas ajustes na dieta. Alimentação fracionada, incluir mais fibras, limitar alimentos ricos em açúcar, evitar alimentos ricos em amido como arroz branco, batatas. Se necessário pode ser incluído fibra solúvel à refeição.

Há outras alterações fisiológicas que podem gerar alguns sintomas parecidos após uma refeição. Quando comemos uma grande quantidade de comida nosso corpo concentra suas energias na digestão, não deixando portanto nosso cérebro em alerta, por isso sentimos sonolência. Isso é normal e fisiológico. Outras alterações podem ocorrer quando comemos muita proteína em uma só refeição por exemplo, podendo causar sintomas gástricos como dor de barriga, gases e até diarréia. Isso acontece pois a proteína tem uma osmolaridade alta e acaba puxando água para dentro do trato gastrointestinal. Por isso é importante uma avaliação médica caso sinta algum sintoma, para não confundir o problema. Procure seu endocrinologista para maiores informações.


Dra. Andrea R. C. Moreira

Endocrinologista

- Médica - Endocrinologista pelo Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo - Complementação em Endocrinologia no Hospital das Clínicas da USP - Título de Especialista em Endocrinologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - Residência de Clínica Médica no IAMSPE - Pós Graduação em Nutrologia - ABRAN Página Facebook: Dra. Andrea Moreira Consultório no Campo Belo Medical Center Av. Vereador José Diniz 3457 Conjunto 1411 São Paulo Contato: 1155311712 / 11995077071




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching