Comportamento organizacional

Como o comportamento organizacional interfere nos resultados das empresas?



O que é comportamento organizacional?

É um estudo, uma análise de condutas individuais ou coletivas de gestores e colaboradores e seus impactos no ambiente de trabalho.

“Comportamento organizacional é o estudo sistemático e a aplicação cuidadosa do conhecimento sobre como as pessoas agem dentro das organizações, seja como indivíduos, seja em grupos. Ele busca identificar as formas pelas quais as pessoas podem agir de maneira mais eficaz.” John W. Newstrom no livro Comportamento Organizacional: O Comportamento Humano no Trabalho (Ed. Bookman).

Esta análise é composta por 3 fatores:

  1. Os indivíduos
  2. Os grupos
  3. A estrutura

1) Os indivíduos – refere-se a como as características individuais influenciam o comportamento e o desempenho dos colaboradores;

O estudo do comportamento individual busca entender objetivos, interesses, competências, valores, percepções, atitudes que culminam no nível de desempenho deste colaborador.

2) Os grupos – refere-se a como as características dos times, a comunicação e a tomada de decisão impactam no comportamento e desempenho das equipes;

O estudo do comportamento do grupo tem foco nas relações interpessoais, como os indivíduos se comportam em conjunto, como se comunicam, como tomam decisões coletivas e como convivem.

3) A estrutura – refere-se a como o arranjo da empresa influencia na relação entre os indivíduos e o sistema organizacional: cultura, hierarquia.

Já o estudo da estrutura, visa entender se a identidade corporativa, conjunto de valores, crenças e cultura compartilhados, estão efetivamente sendo praticados por meio dos indivíduos e dos grupos.

O objetivo deste estudo é identificar e garantir os recursos e condições necessários para o andamento do trabalho e obtenção dos resultados desejados pela empresa.

É essencial alinhar cultura e comportamento para a construção de um ambiente de trabalho saudável e produtivo. É ultrapassado pensar que o papel de uma empresa seja de oferecer apenas ao cliente uma boa experiência. Hoje o maior desafio é que todos os indivíduos que se relacionam com a organização saiam satisfeitos desta experiência.

Sim, é um grande desafio que tem por objetivo, criar um círculo virtuoso, onde a satisfação de um nível gera a satisfação do próximo nível, ou seja, colaboradores satisfeitos apresentam um serviço melhor, gerando clientes satisfeitos, que consomem mais, gerando maior lucro à empresa, que gera maior demanda aos fornecedores, que por sua vez, geram melhores recursos e preços, dando à empresa maiores condições de investir mais em seus colaboradores para que cada vez mais desenvolvam suas habilidades.

O comportamento organizacional, alinhado com os valores da organização, ajudará a direcionar a atuação dos gestores e líderes, a fim de criar um ambiente favorável ao desempenho individual e coletivo.

Tipos de Comportamentos Organizacionais:

– Comportamento Organizacional baseado em ética;

– Comportamento Organizacional baseado em responsabilidade;

– Comportamento Organizacional para fins de controles gerenciais;

– Comportamento Organizacional estimulante à competitividade;

– Comportamento Organizacional Autocrático;

– Comportamento Organizacional baseado em perseguição;

Estes são apenas alguns exemplos de comportamentos organizacionais que podem facilmente ser identificados, mapeados e tratados.

Quando falamos de missão e propósito, a estrutura é SER, POR MEIO DE, PARA CONQUISTAR…

O SER, é quem a empresa quer ser, como quer ser reconhecida no mercado.

O POR MEIO DE, é onde entra o Comportamento Organizacional, são as atitudes dos indivíduos que compõem a empresa que fazem com que ela se posicione perante o mercado e seja reconhecida positivamente ou negativamente.

E por fim, PARA CONQUISTAR, é o objetivo que a empresa tem, o que a empresa visa ganhar com o seu posicionamento e reconhecimento perante o mercado.

Sendo assim, fica mais do que evidente o quanto o Comportamento Organizacional é fundamental. Da mesma forma que, em nossa vida pessoal, de nada adianta falarmos de nossas habilidades e competências se nossos comportamentos não as evidenciam.


Renata Cunha

Personal e Professional Coach, membro da Sociedade Brasileira de Coaching

Renata Cunha, 39 anos, é membro da Sociedade Brasileira de Coaching (SBCOACHING) desde 2016. É formada em administração de empresas pela Universidade de Taubaté – UNITAU – com pós-graduação em gestão de logística empresarial pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP. 15 anos de experiência em gestão de pessoas. Possui uma carreira sólida na área financeira em multinacionais. O coaching entrou em sua vida quando, informalmente, conheceu o idealizador do Instituto Life Coaching e grande amigo Mario Meireles, que em pouco tempo, a mostrou o caminho para aquilo que viria a ser sua missão de vida. Ele a dizia: “você é coach, só não sabe disso ainda”. Sua missão: despertar nas pessoas o que de melhor possuem dentro de si, e ajudá-las a desabrochar, encontrando seus verdadeiros propósitos. Acredita que a vida é curta demais para ser pequena e que somos grandes demais para não doarmos o nosso melhor ao mundo.




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching