O DNA de um líder

As competências presentes nos líderes eficazes



Desde as civilizações primitivas, até os tempos atuais, os líderes exercem papel importante em diferentes áreas, como: política, militar e dentro das organizações. A maioria das pessoas reconhece um bom líder dentro dessas áreas, contudo, ainda hoje é difícil dizer ao certo o que diferencia os líderes eficazes, dos demais. Diante disso, inúmeros especialistas das ciências comportamentais e do mundo corporativo vem buscando esse entendimento, porém, ainda existe um campo muito grande a ser explorado.

Este artigo tem como objetivo então, expor do que de fato é feito um líder. Saindo da subjetividade e entrando no campo científico, trazendo o entendimento da essência da psicologia e biologia da liderança. Para isso, o presente trabalho foi baseado em uma pesquisa acadêmica realizada por mim, no ano de 2019, buscando em estudos científicos e especialistas na área, as competências e características base da liderança eficaz.

Como resultado, foram identificadas seis competências que se mostraram essenciais para a liderança e que estão presentes nos grandes líderes. A seguir serão apresentadas cada uma delas.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Em pesquisas de Daniel Goleman, a inteligência emocional se mostrou fator até duas vezes mais importante para o sucesso profissional, do que competências puramente técnicas, em qualquer área e nível hierárquico dentro de uma organização. Foi constatado também, que quanto mais alto o cargo na empresa, mais importante se torna este fator, chegando a níveis onde a parte técnica se mostrou com bem menos importância. Além disso, líderes com altos níveis de inteligência emocional ultrapassam em 20% as metas anuais de receita de suas divisões e são os que recebem as melhores remunerações dentro das organizações, segundo Daniel Goleman.

INTELIGÊNCIA SOCIAL

Estudos de neurociência descobriram a existência de uma célula no cérebro chamada neurônio espelho, que tem como principal característica replicar comportamentos e emoções através de estímulos de outras pessoas. Diante disso, os líderes têm a capacidade de influenciar nos sentimentos e na forma como seus liderados agem. A inteligência social é definida então por Daniel Goleman, como a habilidade dos líderes de ativar neurônios espelho e outros circuitos neurais, para obter motivação, entendimento do grupo e empenho. Com isso, pode-se afirmar que a relação entre líder e seu time é muito mais profunda do que simples relacionamento interpessoal. É uma interação entre cérebros.

COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

Através da comunicação de alta qualidade líderes tem a capacidade de sincronizar suas ondas cerebrais com as das outras pessoas. Quando feito em grupo, este processo obtém uma experiência coletiva compartilhada. Em outras palavras, o time entra em sintonia. Portanto, os líderes eficazes utilizam de todos os aspectos da comunicação de forma natural, e com isso, geram motivação, cooperação e criatividade nos seus liderados.

EMPATIA

De acordo com a pesquisa realizada, a empatia se mostrou presente de forma intrínseca em todas as outras competências essenciais. Como por exemplo, é necessário empatia para se comunicar de forma assertiva, para se conectar com o time e desenvolver inteligência social e emocional. No exercício da liderança, empatia se caracteriza também por identificar e compreender as emoções e percepções dos liderados e através disso, leva-las em consideração no processo de tomada de decisão na empresa.

FOCO

São muitas as causas que podem roubar a atenção de um líder, como: decisões para tomar, problemas para resolver, feedbacks para dar e etc. O foco então, consiste na capacidade de concentrar a atenção em algo e mantê-la mesmo diante das distrações. Existem três tipos de foco presentes nos líderes, o interno, no outro e externo. O primeiro é identificado no alcance de metas e objetivos, na visão e propósito. O foco no outro está ligado com a empatia, é a atenção nas emoções e comportamentos da outra pessoa. E o foco externo, se caracteriza por uma visão sistêmica dos processos e acontecimentos ao redor. É uma percepção aguçada e analítica do ambiente.

RESILIÊNCIA

Tendo em vista que tempos de crise, situações difíceis e frustrações, são inevitáveis no mundo dos negócios, a resiliência se mostra fundamental para o sucesso de um líder. Esta, consiste na competência de se reerguer diante de fracassos e situações de dificuldade. Diante disso, a resiliência está relacionada a mentalidade e ao emocional dos líderes. A mentalidade para compreender a realidade dos fatos e encarar os problemas de forma otimista, e o emocional como base de tudo para reverter estas situações.

Estas são as seis competências e características presentes nos líderes eficazes. Através deste entendimento, é possível saber qual o foco de desenvolvimento, para o surgimento de novos líderes na sociedade.

Para maior aprofundamento dos temas, deixo como sugestão de leitura os artigos já publicados aqui no blog: O Fator Determinante da Liderança, A Ciência Por Trás dos Líderes Influentes, e Comunicação Assertiva.


Gabriel Lopes

Profissional de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

Atua na área de gestão de pessoas com: capacitações,  treinamentos e desenvolvimento de lideranças. Além disso, cursa especialização Black Belt em Lean Six Sigma, para otimização de processos.

Sua carreira profissional iniciou em uma multinacional italiana, onde teve a oportunidade de liderar uma equipe, implementar projetos e comandar o planejamento industrial da empresa. Neste período, através de um mentor dentro da Organização, despertou o interesse por liderança e gestão de pessoas. Seu objetivo profissional é auxiliar executivos, gestores e jovens profissionais, a se desenvolverem como líderes.




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching