Os 7 compromissos para o sucesso

Todos os dias vamos nos deparar com estes dois elementos: o que queremos fazer (vontades) e o que devemos fazer (compromissos).



Ocorre que muitas vezes os dois vão entrar em choque, pois teremos vontades opostas aos compromissos e vice-versa. Nessa hora surge a necessidade de tomarmos uma decisão e precisaremos escolher entre vontades e compromissos.

Um fator a ser considerado é que vontade é algo incontrolável. Ela vem e vai quando bem quer, enquanto compromisso, normalmente tem um prazo determinado. Quando a vontade surge de um compromisso, torna-se mais fácil mantermos o compromisso, entretanto quando o compromisso surge da vontade, corremos o risco da vontade ir embora e ficar o compromisso.

Para mantermos um compromisso em que não há mais a presença motivadora da vontade precisaremos praticar a disciplina. Só estabelecendo uma conduta disciplinar é que vamos poder reagir positivamente às situações em que a nossa vontade é contrária ao compromisso.

Há sete compromissos, os quais precisaremos assumir diariamente para garantia de uma modelação de alto impacto, que são: Com o modelo de negócio, com as metas, com os métodos, com as ações, com as avaliações, com os méritos e com as melhorias.

01 – Compromisso com o modelo de negócio

O compromisso com o modelo de negócio é o F.O.C.C.O. (Fluxo Operacional Constante Contínuo Objetivo) que devemos dar.

Devemos assumir, basicamente, os compromissos de:

Tempo
Trabalho
Investimento

Aplicar TEMPO (próprio ou de terceiros), TRABALHO (interno ou externo) e INVESTIMENTOS (dinheiro ou crédito) é, sem dúvida, relevante para o alcance do sucesso em qualquer área de negócios. Até aqui não há nenhuma novidade. A intenção deste trecho não é apresentar novidades, mas levar cada um de nós que empreendemos ou queremos empreender algo, a uma utilização mais objetiva, produtiva, assertiva, conclusiva, etc., dos fatores tempo, trabalho e investimentos.

É possível afirmarmos que, a combinação adequada no uso destes e de outros fatores, como os que trataremos nos próximos tópicos, pode aumentar a capacidade competitiva, e por que não dizermos, também, cooperativa, no mercado.

Estamos tratando, de forma geral, de um caminho para modelarmos um negócio, um produto/serviço ou, mesmo, um processo.

Podemos ter um negócio e querermos modelar um produto/serviço, um processo, ou mesmo, um novo negócio. Podemos não ter nenhum negócio e querermos modelar um, o que nos fará modelar, também, o produto/serviço e os processos.

Aqui precisaremos montar e resolver a equação: RD=TE+TR+IN. Onde, RD é igual a Resultado Desejado, TE é igual a tempo, TR é igual a trabalho e IN é igual a investimento.

Nos conteúdos ADMINISTRAÇÃO PARA TODO TIPO DE NEGÓCIO e CHAMADO PARA VENCER, do livro 07 JOÃOZINHOS 07 MARIAZINHAS – TRANSFORMANDO ATITUDES EMPREENDEDORAS EM SUCESSO, apresento dois enfoques distintos para o fator tempo. O primeiro enfoque trata da liderança do tempo, onde abordo administração, aproveitamento e restrições do tempo. O segundo enfoque trata da disponibilidade de tempo para alcançarmos os resultados de vendas: Resultado Mínimo e Projeções de resultados. Aqui começamos a desdobrar a aplicação do tempo.

Temos, no primeiro conteúdo citado acima, cinco áreas, as quais precisaremos aplicar tempo que são: humana, financeira, material, mercadológica e tecnológica. Cada uma dessas áreas se desdobram em atividades comerciais, industriais e/ou de serviços, que geram funções administrativas e operacionais.

O fator tempo deverá ser combinado com o fator trabalho. Um dos grandes desafios de todo negócio é equilibrar a aplicação do tempo com a aplicação do trabalho. É neste momento que entra o fator qualificação. Quando a aplicação do trabalho não está qualificada para realização da tarefa, compromete o fator tempo. Exemplificando: Como já dissemos, todo negócio necessita exercer a função de vendas. Normalmente, o empreendedor não está apto para vender, alguns inclusive, ficam apavorados só em ouvir a palavra vendas. Isto tem sido um ponto crítico para o sucesso de muitos negócios. Por outro lado, encontramos muitos empreendedores que não estão qualificados para cuidar da parte administrativa do negócio. Em qualquer dos casos, o negócio vai sofrer, até que a deficiência esteja sanada.

Quando o empreendedor não dispõe de tempo ou de qualificação para atender a necessidade do negócio, ele terá que contratar outras pessoas, neste momento, além do investimento que ele já fez na estrutura material do negócio terá que fazer na contratação de mão-de-obra, seja própria ou terceiros.

Em função disso, podemos reafirmar que o compromisso com o modelo de negócio levará o empreendedor à busca incansável de resolver cotidianamente a equação RD=TE+TR+IN.

Encontrar a porção certa para cada componente da equação (tempo, trabalho e investimentos) será o diferencial que manterá, alavancará e escalará o modelo de negócio.


Osmar Marinho

Consultoria Empresarial

Iniciou no SEBRAE, como Técnico estagiário, em 1983, em seguida, atuou como Assistente de RH, Auditoria Interna, Administrativo de Vendas, Coordenador de Vendas, Coordenador de RH, Gerente Administrativo, Gerente Operacional, Consultor Técnico, Consultor de Administração, Consultor Empresarial. Escreveu e publicoui de forma independente os livros CHAMADO PARA VENCER e o 7 JOÃOZINHOS 7 MARIAZINHAS - TRANSFORMANDO ATITUDES EMPREENDEDORAS EM SUCESSO. Seu maior objetivo é cumprir seu juramento de honrar a sua profissão de administrador ajudando a transformar pessoas, empresas e a sociedade, deixando um legado digno de sempre se importar com todos, sem acepção. Linkledin: linkedin.com/in/osmar-marinho-de-santana-21493972




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching