Quatro (04) efeitos imutáveis nos negócios!

Da máquina de escrever ao notebook



Hoje temos o smartphone, o iPhone iPad, iPod, o NoteBook, etc., mas nem sempre foi assim.

Houve um tempo em que tudo girava em torno da boa e antiga máquina de datilografia.

A máquina de escrever, máquina datilográfica ou máquina de datilografia é um instrumento mecânico, eletromecânico ou eletrônico com teclas que, quando premidas, causam a impressão de caracteres num documento, em geral de papel.

O método pelo qual uma máquina de escrever deixa a impressão no papel varia de acordo com o tipo de máquina. Habitualmente é causado pelo impacto de um elemento metálico, com um alto-relevo do caractere a imprimir, numa fita com tinta que em contato com o papel é depositada na sua superfície.

No fim do século XX tornou-se rara a utilização de máquinas de escrever na generalidade das empresas e na utilização doméstica, sendo substituídas pelo computador, que, com processadores de texto, possibilitam efetuar o mesmo trabalho de modo mais eficiente e rápido. Fonte

Desde o tempo da máquina de escrever até os dias atuais, os quatro efeitos se mantiveram imutáveis, do meu ponto de vista, e continuarão sem grandes alterações mesmo com todas as mudanças que a tecnologia venha a passar. São eles:

Efeitos do marketing na vida das pessoas

Todos os dias vamos ser alvejados por ações de marketing, isto é normal, pois é através do marketing que os diversos negócios se propagam. No entanto, precisamos estar atentos para não sermos atingidos de forma prejudicial aos nossos intuitos.

Entre os mais fortes efeitos do marketing na vida das pessoas, estão:
Influência

As campanhas, que estão circulando nas diversas mídias, tem como objetivo influenciar o consumidor (comprador) na sua ação de compra, levando o mesmo a decidir por aquela marca.

Impressão

Existem campanhas que são estruturadas para impressionar o consumidor e leva-lo a comprar aquele determinado produto ou serviço.

Pressão

Nesta situação estão as campanhas muito agressivas que pressionam o consumidor (comprador) à ação de compra. Neste caso é preciso estarmos muito atentos para não agirmos por pressão e depois termos que enfrentar transtornos para desfazer a ação.

Como tudo, o marketing tem efeitos positivos e negativos. Tenhamos cuidado.

Efeitos das três (03) conquistas

Em todo relacionamento vamos precisar enfrentar e vencer essas três situações as quais nos garantirão êxito pessoal, profissional e empreendedor.

São elas:

A conquista da atenção. Hoje vivemos um tempo de grande dispersão e fazer com que as pessoas estejam atentas ao que nos propomos é cada vez mais exigente.

A conquista do interesse. Ao conseguimos a primeira conquista, precisamos estar bem definidos para trazermos de forma compromissada o interesse, pois assim já estaremos preparando o caminho para a terceira e mais importante conquista.

A conquista da decisão. Se a atenção e o interesse são desafios, a decisão é desafio maior que eles. Ao trabalharmos nossos contatos fazendo de cada uma dessas conquistas uma etapa, não atropelando e nem invertendo essas etapas podemos consolidar muitos relacionamentos duradouros que por certo nos trarão os resultados que desejamos na vida pessoal, profissional, empreendedora, enfim, na vida como um todo.

Efeitos da combinação de posicionamentos

O que de fato é uma combinação? Seria um acordo? Uma concordância? Um encontro? Uma ligação? Uma junção? Uma reunião? Um resultado químico?

A verdade é que, independente do que seja, se combinarmos os três posicionamentos a seguir teremos ações vitoriosas em muitas áreas de nossas vidas. E que posicionamentos são esses?

No lugar. Já ouvimos a afirmação: ele estava no lugar errado por isso não deu certo. É preciso estar no lugar certo.

No tempo. Que pena ele chegou atrasado e não conseguiu entrar. Acabou de perder uma grande oportunidade e outra vai demorar. É preciso estar na hora certa.

Na ação. Está fazendo tudo errado. Será que ele não está vendo que dessa forma vai comprometer a todos? É preciso fazer a coisa certa.

Conclusão: além de estarmos no lugar certo, na hora certa, é preciso fazermos a coisa certa. Essa é a combinação que nos faz relevantes em tudo que desejamos alcançar.

Não vamos desanimar e nem desfalecer. No entanto, que possamos aprender a nos posicionarmos melhor a cada dia, para que nossa caminhada seja vitoriosa, proveitosa e progressiva.

Efeitos de três (03) dos piores inimigos de qualquer negócio

Qualquer um dos três inimigos que vou apresentar pode sozinho quebrar qualquer negócio e juntos podem fulminar. São eles:

A irresponsabilidade. Quando me refiro a esses três inimigos quero deixar bem claro que não se trata de desonestidade, picaretagem, etc., envolvidos.

Trata-se de incapacidade. No caso da irresponsabilidade é quando se instala a falta de condições de resposta por parte de quem está relacionado com o negócio.

A incompetência. Da mesma forma que a irresponsabilidade em muitos momentos da vida e dos negócios, o que se projetou, seja em mente ou documentado, não encontra, na prática, quem execute. É a velha pergunta: A QUEM COMPETE?

A insustentabilidade. Quando o alicerce e a estrutura se acha despreparada para atender as demandas existentes, o que leva o negócio ao transtorno descontrolado.

O grande desafio humano, seja pessoal, profissional ou empreendedor é superar em tempo hábil essas situações que, por certo, vão ocorrer independentemente de qualquer preparação.

Usarmos o marketing da maneira certa, conquistarmos os clientes, colaboradores, fornecedores, parceiros, etc., da forma correta, combinarmos os posicionamentos adequadamente e, por fim, evitarmos e, quando necessário, superarmos os três inimigos, dos negócios, aqui citados, podemos dizer que estamos caminhando fortemente alinhados com o êxito.

CASE REAL

Ao longo desses mais de trinta anos de carreira, conheci muitos modelos de empreendedores e empresários de sucesso. Não apenas sucesso financeiro, mas, principalmente, sucesso de caráter. Acompanhei muitas histórias, as quais nos dignificam, conta-las. Tive a grata felicidade de iniciar a minha carreira no Sebrae, que na época se chamava, Ceag-Ba. Iniciei como técnico-estagiário, logo sair para uma empresa privada para atuar na área de Recursos Humanos. Mais recentemente conheci uma instituição muito interessante que hoje atua em Parceria com o Sebrae, chamada Endeavor Brasil. Foi acompanhando as histórias de sucesso, ou seja, o DAY1, (dia inicial ou primeiro dia) dos empresários brasileiros, que tomei conhecimento da história que vou compartilhar a seguir. Quero dizer que fiquei muito entusiasmado com o relato a seguir feito pelo próprio empreendedor e empresário, de uma forma muito natural e com uma autenticidade e simplicidade típica de quem realmente viveu o que está relatando. Tenho certeza que todos que tiverem acesso a essa maravilhosa experiência empreendedora e empresarial, também, vai se entusiasmar.

Desde já indico a Endeavor Brasil, como canal do Youtube e portal, onde há muitas histórias de sucesso disponíveis e muitas opções de apoio ao empreendedorismo brasileiro. O empreendedor e empresário ao qual me refiro é o Ilmo. Sr. Ricardo Roldão, CEO do ATACADO ROLDÃO e Presidente da ABAAS (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ATACADISTAS DE AUTOSSERVIÇO).

MODELO DE SUCESSO

RICARDO ROLDÃO – SÓ PERDEMOS PARA NÓS MESMOS

Eu acredito que não poderia começar falando da minha história sem falar da história de outro Roldão, nesse caso o meu Pai. Ele nasceu numa ilha de Portugal, na ilha da madeira, teve que começar a empreender quando ainda era jovem, porque o Pai dele era Presidente do Sindicato dos Estivadores e ficava muito ausente de casa. Como ele era o filho mais velho de uma família de cinco irmãos, o meu Pai começou trabalhando, vendendo tremoço no campo da bola, como ele diz e ajudando as mulheres a levarem suas compras. Ele tinha um avô que era pescador, pescador de atum. Ele saia muito, também, para pescar com esse Avô dele.

Meu Pai foi o primeiro da família dele a ter uma carta chamada para vir para o Brasil. Naquela época, os imigrantes vinham para o Brasil com uma carta chamada. Meu pai veio sozinho, ele tinha onze anos e o interessante dessa história toda é que ele veio num navio com um casal que deveria tomar conta dele. Na verdade, ele que teve que tomar conta do casal, pois o casal, nos trinta dias de viagem, passou mal a viagem inteira, o casal ficou na cama os trinta dias, e o meu Pai como já era um homem do mar, que pescava com o avô dele, acabou cuidando desse casal durante toda viagem.

Quando meu Pai aportou aqui, no porto de Santos, o Tio Abel, irmão do Pai dele, confundiu a data de chegada do navio, ele se despediu do casal e ficou aguardando, o Tio Abel. Para surpresa dele, o Tio Abel não apareceu. Então, o meu Pai teve que esperar o Tio Abel, aos onze anos de idade, dois dias no porto de Santos. Incrível, para um rapaz de onze anos. Hoje nem a minha filha Paola de treze anos eu consigo deixar ela ir para a praia sozinha.

Enfim, ele chegou ao Brasil e foi trabalhar, com o Tio Abel, na carvoaria, sempre pensando em crescer na vida. Aos dezesseis anos de idade, ele foi emancipado e começou como motorista de ônibus numa empresa chamada Tusa, em são Paulo. Não contente, ele fez que fez, empreendeu e conseguiu comprar um caminhão para puxar areia, depois começou a vender bananas, até que na década de sessenta ele comprou uma barraca de feira, conheceu minha Mãe, que eu acho que foi um dos momentos mais felizes da vida dele.

Durante toda a minha infância, eu nasci em setenta, somos uma família de quatro irmãos e pelo histórico dele, sempre foi um cara que é mesa farta. Para vocês terem uma ideia a gente tomava água, mas, ele comprou um espremedor de laranjas profissional e comprava caixas de laranja para casa e cada dia ficava um dos filhos para espremer as laranjas. Ficava um balde de cinco litros na geladeira para nós tomarmos. Leia mais


Osmar Marinho

Consultoria Empresarial

Iniciou no SEBRAE, como Técnico estagiário, em 1983, em seguida, atuou como Assistente de RH, Auditoria Interna, Administrativo de Vendas, Coordenador de Vendas, Coordenador de RH, Gerente Administrativo, Gerente Operacional, Consultor Técnico, Consultor de Administração, Consultor Empresarial. Escreveu e publicoui de forma independente os livros CHAMADO PARA VENCER e o 7 JOÃOZINHOS 7 MARIAZINHAS - TRANSFORMANDO ATITUDES EMPREENDEDORAS EM SUCESSO. Seu maior objetivo é cumprir seu juramento de honrar a sua profissão de administrador ajudando a transformar pessoas, empresas e a sociedade, deixando um legado digno de sempre se importar com todos, sem acepção. Linkledin: linkedin.com/in/osmar-marinho-de-santana-21493972




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching