Cinco (05) ações: Da IDEIA ao TOPO!

Viabilidade: O desafio empreendedor



Tudo que fizermos, precisamos começar e terminar. A sabedoria divina, escrita na Bíblia, nos diz que o fim das coisas é melhor que o começo delas.

No decorrer deste artigo estaremos tratando das cinco ações que podem levar um negócio da ideia ao topo, que são: Implementar; viabilizar; sustentar; impulsionar; e escalar.

No artigo, empreendedorismo, o potencializador do sucesso, apresentamos 05 (cinco) questões que devemos considerar ao empreendermos, no entanto só respondemos a primeira: É implementável?

Aqui, vamos responder as outras 04 (quatro): É viável? É sustentável? É impulsionável? É escalável?

É VIÁVEL? 

Quando dizemos, no subtítulo deste artigo, que viabilidade é o desafio empreendedor, é porque acreditamos e experimentamos isto todo tempo ao agirmos, quer seja no campo pessoal, profissional, empreendedor, organizacional, etc.

Tanto a viabilidade projetada (planejamento, plano, projeto, programa, etc.) quanto a constatada (pós implementação) deve ser um compromisso empreendedor em busca do êxito (sucesso) independente da proporção desafiadora.

Há três (03) coisas, já mencionadas em outro conteúdo, que juntas formam qualquer negócio, que são: Alicerce, estrutura e imagem.

Essas três coisas são o tripé que nos ajudam a equilibrarmos a viabilidade em todo negócio. Aqui destacaremos 04 (quatro) pontos nos quais precisamos estabelecer a viabilidade, basicamente, que são: Pesquisa, implantação, gestão e expansão.

Pesquisa

A partir daqui vamos substituir a pergunta: É viável? Por: vamos viabilizar?

Uma vez que transformamos o desafio de viabilizar em um objetivo, quer seja grande ou pequeno, necessitamos tratá-lo como tal. Não somente a pesquisa quanto a implantação, a gestão e a expansão têm que ser viabilizados.

Falando de pesquisa, é possível afirmarmos que tudo, após a internet, se tornou mais acessível e prático, principalmente, quando se trata de buscarmos informações, conhecimentos e experiências.

Aqui vai uma dica: trabalhe com telas (janelas) abertas e tenha uma tela (bloco de notas ou Word) ou um caderninho e um lápis para fazer suas anotações, isto faz toda diferença.

A pesquisa informal ou formal, verbal ou documental, etc., é fonte de matéria prima informacional para construção do planejamento, plano, etc. que desenvolveremos.

Para pesquisarmos vamos usar, basicamente, os mesmos atributos que usamos para controle (acompanhamento) em um de nossos livros: Observativo; Físico; Documental; Analítico; Resolutivo.

Observativo. Há situações que não poderemos interagir diretamente com a experiência de mercado que precisamos avaliar e só nos restará usarmos a observação direta.

Físico. Nas situações em que pudermos estabelecer um contato físico, é importante que o façamos, pois a nossa experiência para pesquisa será mais próxima da realidade.

Documental. Documentar ou registrar os fatos ocorridos ainda é algo desafiador. Todavia é um procedimento da mais relevante importância tanto para o controle quanto para a pesquisa.

Analítico. Nem tudo será analisado via registro (documento), pois a dinâmica da vida e dos negócios não permite. Entretanto, sempre que possível é um diferencial tanto nas decisões quanto nas ações o uso da análise documental (registro).

Resolutivo. Para o líder, decidir é ação. Para o liderado, a ação é a execução do que fora decidido e informado (instruído, determinado, etc.). No caso da pesquisa, a conclusão se torna a resolução que deve ser aplicada.

Implantação

Já está constatado que muitos negócios não duram mais de um ano de vida, isto se dá exatamente pela distorção existente entre o planejamento e a realidade com a qual o negócio se depara.

Por mais bem elaborada que seja uma projeção de dados, há fatores incontroláveis, por parte dos gestores, e mesmo dos executores, do negócio que se não forem superados poderão causar um impacto de proporções tão grandes que pode resultar na liquidação prematura do negócio.

O planejamento ou plano de negócios pode ser técnico ou prático. Por mais simples que seja a implantação de um negócio, o empreendedor terá que lidar com os cinco recursos fundamentais, que são: humanos, financeiros, materiais, mercadológicos e tecnológicos.

Gestão

A gestão, que começa com a autogestão (auto comando; auto liderança, etc.), deve acontecer desde a concepção da ideia.

A partir do momento que temos uma ideia e decidimos ir em busca da sua concretização, neste momento somos o RH (recursos humanos), o RF (recursos financeiros) o RMA (recursos materiais), o RME (recursos mercadológicos) e o RT (recursos tecnológicos).

Esta realidade só vai começar a mudar quando começarmos a transferir a execução de competências que não dominamos ou não dispomos de tempo ou outro recurso necessário à realização da nossa ideia, que já é nosso propósito.

Expansão

Quando conseguimos a estabilização de todos os resultados, nas diversas áreas do negócio, podemos medir a sustentabilidade, sendo esta, favorável, devemos começar a pensar em impulsionabilidade e escalabilidade.

É SUSTENTÁVEL?

Aqui, a resposta é a nova pergunta: Vamos sustentar? Só viabilizando.

É IMPULSIONÁVEL?

Aqui, também: Vamos impulsionar? Só viabilizando.

É ESCALÁVEL?

Aqui, sem dúvida, perguntamos: Vamos escalar? Só viabilizando.

O sucesso, não é uma formula, um segredo, etc. é realização. Tudo terá que ser viabilizado. Desde a pesquisa, a implementação, etc., pesquisando, implantando, gerindo, expandindo, até o TOPO.

Finalizando, tudo se resume a atendimento. A quem você pretende atender? Um (a) cliente (pessoa)? 10, 100, 1000, 10000, 100000… SÓ VIABILIZANDO.

 

 

Acesse, também:

https://endeavor.org.br/estrategia-e-gestao/viabilidade/ 

https://aberturasimples.com.br/viabilidade-do-negocio/


Osmar Marinho

Consultoria Empresarial

Iniciou no SEBRAE, como Técnico estagiário, em 1983, em seguida, atuou como Assistente de RH, Auditoria Interna, Administrativo de Vendas, Coordenador de Vendas, Coordenador de RH, Gerente Administrativo, Gerente Operacional, Consultor Técnico, Consultor de Administração, Consultor Empresarial. Escreveu e publicoui de forma independente os livros CHAMADO PARA VENCER e o 7 JOÃOZINHOS 7 MARIAZINHAS - TRANSFORMANDO ATITUDES EMPREENDEDORAS EM SUCESSO. Seu maior objetivo é cumprir seu juramento de honrar a sua profissão de administrador ajudando a transformar pessoas, empresas e a sociedade, deixando um legado digno de sempre se importar com todos, sem acepção. Linkledin: linkedin.com/in/osmar-marinho-de-santana-21493972




Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching