Mudanças que deve fazer em sua vida para aumentar a autoestima

Confira dicas para aprender a se amar mais e ter uma vida realizada



A autoestima é moldada nas pessoas desde a adolescência e aos poucos vamos aprendendo a amar até os nossos defeitos. Porém algumas pessoas não conseguem conviver bem com a sua imagem e características que a formam e isso afeta bastante a convivência com as outras pessoas, pois uma pessoa que não possui autoestima sempre se compara com os outros e nunca se acha bom o suficiente, esta característica combinada com transtornos de ansiedade e depressão pode ser uma bomba relógio. Por isso é importante dar um passo de cada vez e aprender a se amar, além de perceber que sua vida é composta de fases e uma hora, sem dúvidas, tudo melhora.

Como aumentar a autoestima e ter uma vida plena?

Fazer um levantamento das características que você acha que são boas em sua aparência e personalidade pode ser um bom começo, fazer uma avaliação e focar apenas nas coisas boas que você possui. Depois disso é hora de correr atrás e mudar tudo aquilo que você acredita não ser bom para sua autoestima, mas não seja radical e queira mudar tudo de uma hora para outra, pois a autoestima foi construída ao longo dos anos e será uma longa caminhada para mudar a sua opinião sobre você mesmo, mas é importante não desistir e não mudar apenas para agradar aos outros, faça mudanças que você decidiu por você mesmo.

Controle seus pensamentos e não deixe os pensamentos controlá-lo

Seus pensamentos poderão ser seus aliados ou seus inimigos na construção da autoestima, busque ouvir sua voz interior, porém saiba filtrar e não fique remoendo tudo o que fazem ou dizem para você e sobre você. Pessoas com transtorno de ansiedade acabam tendo os pensamentos acelerados e costumam guardar para si tudo o que lhes é dito e isso prejudica, e muito, a autoestima, por isso é importante manter a cabeça no presente e não se deixar abalar com comentários maldosos. Substituir os pensamentos negativos e torná-los em positivos é o começo para cuidar de sua autoestima, saber diferenciar uma opinião construtiva de uma maldosa e fazer mudanças em seu visual e comportamento desde que sejam por sua causa são interessantes para aumentar a autoestima e começar a se amar. Caso você tenha dificuldade em controlar seus impulsos e pensamentos, é importante fazer acompanhamento com terapeutas, psicólogos ou até mesmo psiquiatras, pois a depressão é o mal do século e não deve mais ser tratada apenas como frescura, mas sim ela influencia na rotina da pessoa e consequentemente tem reflexo na autoestima.

Mudanças que você deverá fazer para viver melhor

O primeiro passo é identificar a fonte da sua baixa autoestima e depois correr atrás para fazer as mudanças. Não gosta de seu corte de cabelo? Quer emagrecer ou engordar? Não gosta das roupas que costuma usar? Tudo isso é percebido na autoavaliação e a partir desses pontos que você deve iniciar a mudança em seus hábitos para melhorar sua qualidade de vida.

Por: Rafaella Ehlke





Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Torre B - 10º andar
Conj. 101 B Cidade Monções
São Paulo, SP, 04563-060


2020 - Instituto Life Coaching